• Nelson Melo

General do Exército visita quartéis em São Luís e no interior maranhense

Força significa coragem e vigor, enquanto honra significa integridade e respeito. O lema, muito utilizado nas forças policiais, teria sido proferido pela primeira vez entre os soldados romanos, na época dos gladiadores. Já o slogan “Braço Forte - Mão amiga” foi concebido pelo coronel Francisco Roselio Brasil Ribeiro. Reunindo as duas vertentes, a luta pela paz e pela ordem se converte em coalizão imbatível. Nesta semana, o general de Divisão Maurílio Miranda Netto Ribeiro, comandante da 8ª Região Militar (Região “Forte do Presépio), visitou quartéis em São Luís/MA e no interior maranhense.


O general de Divisão Ribeiro foi recepcionado pelos militares do 24º BIS em sua chegada


Primeiramente, o general Ribeiro esteve no 24º Batalhão de Infantaria de Selva (24º BIS), no bairro João Paulo, na capital maranhense, durante a segunda-feira (14). O comandante da 8ª RM verificou as instalações da unidade, sendo que o objetivo, além dessa inspeção, era emitir as orientações e diretrizes da Região Militar e prestar o suporte logístico e administrativo ao Batalhão Barão de Caxias. Além disso, o oficial do Exército teve a oportunidade de conhecer as autoridades locais e representantes da sociedade ludovicense, com o intuito de estreitar os laços institucionais, que são importantes na luta contra os inimigos, sendo o maior deles, no momento, o novo coronavírus.

De acordo com informações do 24º BIS, que tem como comandante o coronel Sousa Filho, depois de sua presença no Batalhão Barão de Caxias, o general de Divisão seguiu, juntamente com sua comitiva, para as cidades maranhenses de Codó, Caxias e Pedreiras, para visitar os Tiros de Guerra (TG).

Uma verificação nas instalações do Batalhão Barão de Caxias foi realizada pelo general


Visita ao quartel da PMMA

Dando sequência às visitas no Estado do Maranhão, o oficial do Exército esteve nas dependências do 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM), na cidade de Codó, na manhã desta quarta-feira (16). No local, ele foi recepcionado pelo comandante da unidade, tenente-coronel J. Alves. O general de Divisão compareceu ao quartel logo após ter participado de uma cerimônia com os Tiros de Guerra, que permitem, de forma criativa, inteligente e econômica, proporcionar a milhares de jovens brasileiros, principalmente aqueles que residem em municípios do interior, a oportunidade de contribuir para a defesa da Pátria.

O general do Exército e sua comitiva visitaram o quartel da PMMA na cidade de Codó

Inclusive, recentemente, esses jovens atiradores receberam treinamento de Tiro de Instrução Básico (TIB) promovido pelos militares do 24º BIS, não apenas em Codó, como, também, em Caxias e Pedreiras. Durante a visita do oficial das Forças Armadas ao 17º BPM, o tenente-coronel J. Alves apresentou as instalações da unidade e também os oficiais, praças e funcionários civis. Em seguida, ofereceu um almoço ao general e sua comitiva. Ademais, o comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar recebeu um livro e uma moeda da 8ª Região Militar.



O comandante do 17º BPM recebeu um livro e uma moeda das mãos do general de Divisão


Essa aliança entre o “Braço Forte - Mão amiga” e a “Força e Honra” representa muito mais do que um grito de guerra, pois tem efeito significativo nas missões de manutenção da paz, além de outras ações, como intervenções em eventos que causam calamidade pública, como está acontecendo em relação à Covid-19. O “inimigo invisível” está provocando danos na civilização, mas não conseguirá romper as nossas linhas de defesa, que não estão apenas em nossos anticorpos, como, principalmente, em nossa inteligência.

43 visualizações

© 2019 por Nelson Melo.