• Nelson Melo

Pós-graduação em Criminologia começará em março na capital maranhense

Em 2019, quando assisti à palestra do pesquisador paraguaio Juan Martens, da Universidade Nacional de Pilar (UNP), evento ocorrido na Universidade Estadual do Maranhão (Uema), em São Luís/MA, ele, humildemente, me falou que eu era um criminólogo, devido ao meu estudo acerca das facções criminosas no Maranhão. Confesso que me senti lisonjeado. O palestrante, inclusive, levou um exemplar do meu livro, "Guerra Urbana - o homem vida loka", para o Paraguai. Por falar nessa área, de maneira inédita, começará, a partir de março deste ano, na capital maranhense, a pós-graduação em Criminologia. A especialização está sendo oferecida pelo Instituto Nacional de Perícias e Ciências Forenses (Infor/MA).



A pós-graduação em Criminologia está sendo oferecida pelo Infor/MA



O Infor/MA, onde fiz minha pós-graduação em Perícia Criminal, anunciou a novidade em suas redes sociais, o que causou uma empolgação em várias pessoas interessadas na temática. De fato, a Criminologia é uma ciência que desperta essa curiosidade, pela forma como aborda o delito. Esse estudo é multidisciplinar, uma vez que recebe a colaboração de outros ramos, como a Psicologia, Sociologia e Antropologia. Quem, porventura, pensar em fazer pesquisa sobre o crime organizado, precisará ser um criminólogo, de alguma forma.


De acordo com Tânia Ligia e Marco Simões Júnior, coordenadores do Infor/MA, a matricula para a especialização custa R$ 250, sendo que a mensalidade será R$ 600. No entanto, se o aluno pagar até o dia 6 de cada mês, o valor fica R$ 540. O início das aulas está previsto para março. A duração da pós-graduação em Criminologia será de 1 ano e 8 meses. É tempo suficiente para o aprendizado dessa interessante ciência, tão útil em nosso cotidiano.

Os módulos abordados na pós-graduação serão os seguintes: Criminologia, Vitimologia, Psicopatologias: crimes e periculosidade, Avaliação e Diagnóstico em contexto jurídico, Psicologia Criminal, Perícia Psicológica Forense, Neuropsicologia Forense, Psiquiatria Forense, Criminal Profiling: perfilamento criminal, Vestígios Psicológicos em Local de Crime, Genética e Comportamento, Delinquência Juvenil e Comportamento Desviante, Direito e Formação Humanística, Direito Penal e Sistema Prisional, Metodologia da Pesquisa Científica e Didática.

Ao final do curso, o aluno elaborará e defenderá um artigo sobre algum tema relacionado à Criminologia.


Para os interessados, os contatos são os seguintes: (98) 98154-1094/98848-3170. O Infor/MA fica no Edifício Orlando Araújo, Rua do Outeiro, Centro de São Luís, por trás do Hospital Português.



Eu e o pesquisador paraguaio Juan Martens na Uema exibindo exemplar do meu livro



Criminologia


A Criminologia é um conjunto de conhecimentos que estuda o fenômeno e as causas da criminalidade, bem como a personalidade do delinquente e sua conduta delituosa. Esta ciência tem como objeto de estudo - apesar de não delimitado, como analisou Augusto Thompson - o crime, suas circunstâncias, seu autor, sua vítima e o controle social. Os autores atribuem a sua criação a Raffaele Garofalo, embora o termo já tivesse sido utilizado antes por Paul Topinard.



A Criminologia estuda o comportamento delinquente por uma abordagem interdisciplinar



Na história dessa ciência, vários nomes se destacaram, como Cesare Lombroso e Enrico Ferri. O interessante na Criminologia é que não examina o fato criminoso isoladamente, mas em conjunto. O crime, nesse sentido, não seria descrito somente da seguinte forma: fato típico + ilicitude + culpabilidade. Essa conduta tem consequências jurídicas, que são a reclusão ou detenção, fatos que diferenciam esse comportamento da contravenção penal.


Para a Criminologia, o crime é um evento maior do que essa sequência lógica e dogmática. Nas minhas palestras, sempre friso que é um fenômeno social, uma vez que há muitos fatores envolvidos, desde o familiar até o individual, ou seja, de uma educação restrita para uma realidade aberta, na qual o sujeito tem a opção de decidir para qual caminho seguirá.


O fato é que a Criminologia nos possibilita uma compreensão ampla acerca desse fenômeno social. Em uma realidade marcada pela presença constante de facções criminosas, esta ciência se torna mais fundamental ainda. O olhar do cientista nunca é o mesmo do senso comum. Sempre há tempo para aprendermos. Afinal de contas, a maturidade não tem nada a ver com a idade. Em uma mente aberta, sempre cabe conteúdo.

52 visualizações

© 2019 por Nelson Melo.