• Nelson Melo

Paróquia realiza missa em celebração ao nascimento de Maria

A pandemia da Covid-19 pode ser devastadora, mas nada abala a fé das pessoas que realmente acreditam que esse período terrível acabará em breve. Na Bíblia, existem muitas palavras reconfortantes, como no Salmo 91. Em um trecho, há o seguinte: “Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei. Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa”. Essa “peste perniciosa”, semanticamente, pode ser compreendida como o novo coronavírus. Por isso, os cristãos estão confiantes no retorno do “antigo normal”. Nesta terça-feira (8), ocorrerá a “Missa da Natividade de Nossa Senhora”, na Paróquia São João Batista, no Centro da capital maranhense.

A "Missa da Natividade de Nossa Senhora" será celebrada na Paróquia São João Batista

De acordo com informações de Lourival Godinho, leigo da Paróquia São João Batista, a natividade de Nossa Senhora significa a celebração do nascimento de Maria, mãe de Jesus Cristo. “Ela era filha de São Joaquim e Santana. Os pais, já idosos, não tinham mais a esperança de que fossem ter filhos. Naquela época, as pessoas que não tinham filhos eram, digamos, consideradas um pouco excluídas da sociedade. Mas Joaquim e Santana foram abençoados e tiveram Maria”, comentou o paroquiano em um áudio que gravou sobre o tema.

Conforme o leigo, Maria foi escolhida e abençoada, sendo que nasceu sem mácula, isto é, sem pecado, porque seria a mãe do Salvador. “Ela é escolhida, dentre todos os humanos. Ela trouxe no seu seio o Filho de Deus. Então, a natividade é um momento especial para a Igreja Católica”, esclareceu Lourival Godinho. Convém salientar que a missa será celebrada às 17h, na Paróquia São João Batista, que fica na Praça São João, entre as ruas da Paz e São João.



Bancos foram trocados pelas cadeiras de plástico na igreja (Foto: Paróquia São João Batista)

Importante dizer que a “Missa da Natividade de Nossa Senhora” será transmitida ao vivo pelas redes sociais da Paróquia, que tem como pároco o padre Leonardo Helmann. Na igreja, os bancos genuflexórios foram substituídos pelas cadeiras de plásticos, em virtude da pandemia do novo coronavírus. Trata-se, portanto, de uma medida de prevenção à Covid-19, cuja transmissibilidade é alta e potente, como sempre frisam os médicos infectologistas.

Celebrações na paróquia

Naquela paróquia, que engloba as igrejas de Santana e Santo Antônio, as missas são celebradas de terça-feira a sábado, ao meio-dia, e também aos domingos, às 10h. Recentemente, inclusive, houve o festejo em homenagem ao “Padroeiro da Amizade”, que batizou Jesus Cristo no Rio Jordão. A comemoração começou no dia 15 de junho e foi encerrada no dia 24 do mesmo mês. Devido à pandemia da Covid-19, as celebrações foram transmitidas ao vivo pelas redes sociais da igreja.


Padre Leonardo Helmann é o pároco da referida igreja (Foto: Paróquia São João Batista)

Uma novidade na edição deste ano do festejo em louvor a São João Batista, filho do sacerdote Zacarias com Isabel (uma das primas de Maria), foram as lives beneficentes, que ocorreram em prol da comunidade. O termo Batista, para quem não sabe, se refere aos inúmeros batizados que o profeta realizou com relação aos judeus. Jesus, inclusive, foi batizado por João, nas águas do Rio Jordão.

Conforme os evangelhos, quando o Messias saiu da água, o céu se abriu e o Espírito Santo desceu sobre ele na forma de uma pomba. Então, uma voz do céu disse: “Tu és o meu Filho amado; em ti me agrado”.

25 visualizações

© 2019 por Nelson Melo.