• Nelson Melo

Projeto criado por guarda-vidas de São Luís beneficia crianças e adolescentes

Nas minhas palestras sobre a criminalidade urbana, sempre me perguntam se a educação é, realmente, a principal ferramenta para frear o avanço da delinquência diante de um cenário marcado pelos conflitos entre facções criminosas. A resposta é afirmativa. Eu cogitava isso apenas na teoria, mas, quando iniciei minha pesquisa em 2013, descobri que a ideia é autêntica. Essa veracidade, aliás, é comprovada, por exemplo, pelo projeto “Guarda-Vida Mirim”, idealizado pelo guarda municipal de São Luís Angelo Raimundo Sousa Costa. A iniciativa beneficia crianças e adolescentes.





O projeto começou em 2016 e forma muitos multiplicadores de prevenção a afogamentos





Em entrevista concedida ao meu site, Angelo disse que o projeto começou em 2016. No início, participavam apenas 12 pessoas, de 9 a 15 anos. Mas a ideia avançou, ganhou corpo e alcançou outro patamar. “Hoje, nós temos matriculados e com frequência 80 crianças e adolescentes, de 8 a 17 anos. O projeto não tem fins lucrativos. Nós desenvolvemos a prevenção aos afogamentos. Esse é o nosso foco, podemos dizer assim. Nós acrescentamos, também, outras áreas, como primeiros-socorros, Defesa Civil, meio ambiente, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), higiene pessoal, dentre outras”, explicou.






As crianças e adolescentes do projeto recebem instruções sobre primeiros-socorros





Além disso, o projeto oferece, ainda, noções de Educação Artística e princípios bíblicos. O grupo, inclusive, participa de retiros, a fim de passar um tempo em silêncio e oração, imitando, por assim dizer, o exemplo de Jesus. Em outras palavras, a experiência proporciona momentos de lazer, espiritualidade, disciplina e aprendizado. O objetivo é ocupar a mente dos jovens de maneira saudável, de tal forma que as virtudes assimiladas ou aperfeiçoadas sejam vivenciadas em outros ambientes, incluindo o familiar, onde a educação de fato começa.





As aulas são fundamentais para que os jovens aprendam a sobreviver em situações adversas





“Os nossos alunos são oriundos de várias comunidades em São José de Ribamar. A pessoa não precisa pagar mensalidade. Ela apenas arca com as despesas do fardamento e uma oferta de R$ 10, que a gente pede para ajudar com as demandas, como a compra de materiais e o lanche que oferecemos às crianças e adolescentes”, assinalou Angelo, da Guarda Municipal de São Luís, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc). De acordo com ele, o grupo treina na piscina do Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de São Luís (Sinfusp/SL), em Ribamar. Mas os matriculados também se deslocam para as praias, a fim de conhecer outros ambientes aquáticos, para que eles tenham uma ideia de prevenção a afogamentos.





Os matriculados no "Guarda-Vida Mirim" também aprendem nas praias com os instrutores





“Ao longo desses quase cinco anos, nós temos alcançado e transformado vidas por meio desse projeto relevante. A gente conta com um corpo de quatro instrutores e voluntários, além de outros que são guardas municipais. Os registros mostram que a faixa etária que mais sofre afogamentos é esta de 8 a 17 anos, não apenas no mar, como em rios, piscinas e lagos. Então, trata-se de uma forma de fazer multiplicadores, para que essas ocorrências sejam cada vez menos frequentes”, pontuou o idealizador do “Guarda-Vida Mirim”, que é apoiado por outros guardas municipais, como Militão, Lima, Santos, Jamierson e Lindomar.





As instruções são importantes para que as crianças e adolescentes aprimorem a disciplina





Uma campanha, inclusive, está sendo realizada para a aquisição de 80 coberturas vermelhas (bonés), que serão distribuídas aos alunos do projeto. Os interessados em ajudar podem entrar em contato pelo seguinte número: (98) 98882-8134. E assim surgem mais multiplicadores, que, com força de vontade e disposição, conseguem promover transformações para o bem de todos e felicidade geral da população maranhense.

164 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo